Exames de rotina

O que é o Exame de histeroscopia

Muito se ouve falar sobre a saúde da mulher e os cuidados que precisamos tomar, mas alguns detalhes sempre são deixados de lado e acabam por ficar despercebidos.

Pólipo endometrial, miomas uterinos e câncer de endométrio são doenças que fazem parte do dia a dia de muitas mulheres, mas que nem sempre são tratadas corretamente e muitas delas ao menos receberam um diagnóstico correto.

O que é o exame de histeroscopia

Primeiramente vamos entender algumas questões, muitas mulheres apresentam pólipos, que são lesões que podem desencadear um câncer de endométrio, isso acontece mais na faixa dos 50 anos de idade. Já os miomas, bem conhecido delas, são responsáveis por ocasionar hemorragias e dificuldades para engravidar e isso ocorre com mulheres em idade fértil.

O exame de histeroscopia é um tipo de procedimento realizado por dentro do útero ou na cavidade endometrial, com ele é possível visualizar a cavidade através da endoscopia, todo o exame é realizado com uma câmera e a paciente pode acompanhar todo o processo.

Como o exame é realizado?

 O exame é realizado em laboratórios, desta forma não se faz necessária a aplicação de anestesia e nem da paciente ser internada. Todo o procedimento acontece no local e a paciente presencia, em tempo real, todos os passos.

Um fator que sempre gera dúvidas, mas que vamos esclarecer agora, a histeroscopia pode ser realizada em mulheres virgens, pois há a colocação de especulo, o chamado “bico de pato” e coo o aparelho é muito pequeno é possível introduzir facilmente para realizar o procedimento.

A paciente não pode estar menstruada no dia do exame, não pode ser gestante e não pode apresentar infecções genitais, pois pode atrapalhar a visibilidade do exame.

Quando é necessário fazer a histeroscopia

Quem deve solicitar o exame de histeroscopia é o seu ginecologista caso haja alguma suspeita de doença, mas esse procedimento será necessário para constatar alguma ferida, inflamação ou ainda para auxiliar em um tratamento ginecológico.

Como já dito, as mulheres que estão na menopausa são as que mais apresentam a necessidade de realizar o exame, porém não é regra, cada caso é um caso e cada organismo reage de determinada forma.

Se você notar que há algum tipo de sangramento fora do comum é preciso procurar o seu ginecologista para que ele solicite o exame de histeroscopia ou outro qualquer que seja necessário. É fundamental a mulher sempre se cuidar e realizar todos os cuidados e prevenção com a sua saúde, o mais interessante é que o exame de histeroscopia é capaz de mostrar a camada interna do útero, desta forma é possível identificar miomas, nódulos e até mesmo identificar, e alguns casos, o câncer de endométrio.

Não deixe de procurar seu médico ginecologista, caso perceba algum sintoma ou alteração em seu organismo, as mulheres que já passaram dos 50 anos e/ou estão na menopausa devem ter atenção redobrada e, se for preciso, fazer o exame de histeroscopia.

Seu corpo agradece tamanho cuidado e zelo.

Click para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir