Compartilhar é se importar!

O exame ginecolu00f3gico e a medicina preventiva

A medicina preventiva vem contribuindo de forma significativa com o bem-estar e qualidade de vida das pessoas, lhes proporcionando maior expectativa de vida e chances para tratar doenças cuja cura está simplesmente relacionada com o rápido diagnóstico e tratamento adequado.

Por outro lado, a medicina preventiva proporciona tratamento profilático, ou seja, evita que a doença se instale e cause danos aos indivíduos. Mediante ao exposto, vamos abordar um dos segmentos mais importantes da medicina preventiva, relacionado à saúde da mulher: o exame preventivo do colo uterino e o papanicolau.

O exame ginecológico, conhecido também como preventivo e chamado por muitas mulheres simplesmente de papanicolau tem como função examinar o aparelho geniturinário feminino inferior, principalmente o colo uterino ou cérvix, que fica localizado no fundo do canal vaginal, conectando-o ao útero. A necessidade de se inspecionar este local através do exame ginecológico (preventivo), está relacionado ao fato de que é uma área sensível, que sofre constantes agressões, tanto do meio externo, quanto o meio interno.

Os principais agentes agressores do colo do útero, são:

a)    Meio interno:

–    Ciclo menstrual e os hormônios envolvidos;
–    Quantidade de partos vaginais (normal);
–    Utilização de medicamentos – principalmente contraceptivos;
–    Idade;
–    Doenças metabólicas como a diabete mellitus;
–    Fatores genéticos.

b)    Meio externo:

–    Bactérias e leveduras da própria flora vaginal;
–    Vírus e bactérias que podem ser contraídas através de relação sexual sem proteção;
–    Trauma mecânico durante o ato sexual;
–    Fatores ambientais.

Os fatores genéticos e ambientais, em conjunto podem levar ao aparecimento de neoplasias, metaplasias e hiperplasias (multiplicação celular desorganizada) que podem ter como desfecho tumores benignos e malignos – este último, o câncer de colo uterino.
Além destes elementos, o exame preventivo tem por objetivo, observar possíveis alterações no aspecto do órgão reprodutor externo feminino, canal vaginal e glândulas associadas. No exame preventivo, ainda é possível palpar o ovário, realizar inspeção abdominal e das glândulas mamárias.
O exame de papanicolau é feito durante o exame preventivo. O papanicolau é classificado como um exame ginecológico citológico, desenvolvido por Geórgios Papanicolau, considerado o pai da citopatologia, onde células do colo uterino são removidas e analisadas.

Compartilhar é se importar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *