O que é VAGINOSE BACTERIANA

por | outubro 19, 2018

Toda mulher sabe que a higiene íntima é fundamental para manter a saúde em equilíbrio, e quando isso não ocorre muitos fungos e bactérias podem se manifestar na região genital. Por isso, sempre há recomendação dos ginecologistas com os cuidados, o uso de calcinhas de algodão, sabonete íntimo e até mesmo abolir o uso da calcinha para dormir deixando a região ventilada. Se você já ouviu falar sobre a vaginose bacteriana, mas não sabe exatamente do que se trata, veja mais informações a seguir.

O que é vaginose bacteriana

É uma infecção na região íntima que é causada por várias bactérias, mais especificamente a Gardnerella Vaginalis. Mas, a vaginose bacteriana acontece devido a uma flora de bactérias ( Peptoestreptococcus e Micoplasma hominis) que, juntamente com a Gardnerella, formam uma proliferação trazendo transtornos à mulher.

A vaginose bacteriana não é uma doença sexualmente transmissível, mas sabe-se que as bactérias podem ser transmitidas Durante o ato sexual, por isso, é imprescindível que a mulher tenha mais cuidados e higiene na região.

É preciso lembrar que a infecção, diferente do que muitas imaginam, não se manifesta com inflamações, por isso, para diagnosticá-la é preciso ficar atenta aos sintomas.

Sintomas da vaginose bacteriana

A vaginose bacteriana pode ser facilmente confundida com corrimento, mas é preciso ficar atenta aos sinais. Os sintomas mais comuns são:

  • Secreção amarelada, esbranquiçada ou acinzentada;
  • Odor muito forte
  • Dor ao urinar
  • Pequenas bolhas
  • Coceira no exterior da vagina

Esses sintomas devem ser levados a sério, muitas mulheres confundem com pequenas coceiras e pensam não ser nada demais, porém se há algum tipo de sinal é necessário recorrer ao ginecologista para que o tratamento seja realizado corretamente.

Para descobrir se a mulher está mesmo com vaginose bacteriana é preciso faqzer um exme ginecológico, também conhecido como papanicolau. Esse exame tão comum é capaz de identificar se há mesmo a doença ou não.

Como tratar a vaginose bacteriana

O tratamento contra a vaginose bacteriana pode ser diferente de mulher para mulher, normalmente é indicado o uso de medicamento via oral, bem como pomada ginecológica.

O antibiótico oral é tomado por sete dias e a pomada aplicada por 7 noites, depois desse período o médico deverá ser consultado para avaliar a evolução do quadro da paciente.

Quanto antes o médico for consultado, a doença diagnosticada e tratada melhores serão os resultados e a cura da doença garantida.

Para a prevenção da doença recomenda-se sempre manter a higiene íntima em dia, utilizar sabonetes neutros e apropriados para a região. Manter a depilação em dia, utilizar calcinhas de algodão e não dormir com a peça, a ventilação no local é a melhor maneira de impedir o surgimento de bactérias. Mantenha sempre a região íntima limpa e seca, use preservativos em todas as relações sexuais e procure diminuir o número de parceiros sexuais.

Desta forma, além de prevenir contra a vaginose bacteriana você se previne de DSTs e outras tantas doenças que podem surgir ao longo da vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *