Doenças

O que é ENDOMETRIOSE sintomas e tratamento

Todos os anos as mulheres são convidadas pelo Ministério da Saúde a comparecer até uma unidade de saúde para fazer os exames preventivos e adquirir informações sobre a saúde da mulher. Mas, o que muitas não sabem ou não se deram conta ainda, é que há outras doenças recorrentes no universo feminino e que precisa ser destacado e cuidado, como a endometriose.

O que é endometriose

A endometriose é uma doença que atinge cerca de 15% das mulheres em idade reprodutiva, ou seja, dos 13 aos 45 anos e pode surgir na primeira menstruação e se estender até a última, mas as mulheres que estão na faixa dos 30 anos são as que mais manifestam a doença.

A endometriose é caracterizada pela presença do endométrio fora do útero, o endométrio é um tecido – ou mucosa – que reveste a parte interna do útero, mas quando ele cresce e se instala fora do útero caracteriza-se a endometriose.

Principais sintomas da endometriose

As mulheres acometidas pela endometriose normalmente apresentam sintomas parecidos com os da tensão pré-menstrual, mas com maior intensidade. É sempre válido lembrar que cada mulher pode apresentar sinais diferentes, mas alguns deles não mudam e se manifestam em todas. Os principais sintomas da endometriose são:

  • Sangramento menstrual intenso ou irregular;
  • Fadiga e exaustão;
  • Dor pré-menstrual (TPM);
  • Dor durante as relações sexuais;
  • Dor durante a menstruação;
  • Dor difusa ou crônica na região pélvica;
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade.
  • Cólicas menstruais intensas;
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação;
  • Cirurgia
  • Remédio

Grande parte das mulheres que são diagnosticadas com endometriose têm dificuldades para engravidar ou se tornam inférteis. Além das dores na região abdominal ser constante, a infertilidade pode ser a maior consequência da doença, por isso, é de extrema importância procurar um médico para fazer o tratamento adequado e tentar reverter (ou evitar) este quadro.

Tratamento para a endometriose

 Há dois tipos de tratamento para a endometriose, mas cada mulher deverá passar pelas orientações do seu ginecologista para saber qual deles é o mais indicado, ou ainda, se há a necessidade de ambos.

Quando há necessidade de intervenção cirúrgica a endometriose é retirada através de um procedimento chamado laparoscopia. Quando acontece a cirurgia os focos da doença são removidos bem como suas complicações, que podem se manifestar através de cistos.

Porém, quando o caso é mais grave há a possibilidade da retirada dos órgãos pélvicos que foram afetados pela doença. Normalmente a cirurgia é feita com laser, mas há a possibilidade da realização com videolaparoscopia, na qual diagnosticará a quantidade de lesões, aderências, a obstrução tubária e já tratar a doença.

Outra possibilidade bem conhecida é o tratamento contra a endometriose através do uso de medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios, análogos de GNHR, Danazol e Dienogeste, ou ainda, é conhecido a utilização do DIU com levonorgestrel para diminuição dos sintomas.

Vale ressaltar que não existe cura efetiva para a endometriose, mas sim tratamento para aliviar os sintomas. Se a mulher desejar engravidar é recomendável a reprodução in vitro, mas nem sempre essa opção é disponível a todos.

Por isso, é muito importante procurar um ginecologista logo que os primeiros sintomas aparecerem e realizar o tratamento indicado. Cuide-se sempre e tenha mais qualidade de vida.

Click para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir