Notícias

Angelina Jolie retira as duas mamas para evitar câncer

Angelina Jolie retira as duas mamas para evitar cu00e2ncer de mama

A mastectômia profilática já é uma realidade nas práticas médicas quando o assunto é prevenção contra o câncer de mama.

Atualmente, a mídia internacional anunciou que a atriz mundialmente famosa, Angelina Jolie, passou pelo procedimento de mastectômia profilática bilateral após saber que possuía o mutação no gen BRCA1, em sua constituição genética, gen esse, responsável por aumentar em 87% a chance de desenvolver o câncer de mama e 50% de chance de desenvolver câncer nos ovários.

Angelina Jolie decidiu anunciar sua decisão a mídia com o objetivo de incentivar outras mulheres a também se prevenir contra o câncer que mais afeta mulheres na atualidade.

A cirurgia de mastectômia profilática, realizada por Angelina Jolie é uma cirurgia radical, onde ambas as mamas são removidas a fim de reduzir em até 90% a chance de se desenvolver câncer de mama. Durante a cirurgia, a pele é preservada para que próteses de silicone possam ser utilizadas para à reconstrução mamária.

Geralmente, mulheres jovens, entre 30 e 49 anos de idade, que descobrem ser portadoras de mutações nos gens BRCA1 e BRCA2 ou que possuem histórico familiar para câncer de mama: mãe ou irmãs que desenvolveram a doença, são indicadas à cirurgia, que é muito difundida nos Estados Unidos.

No Brasil, o procedimento também é uma realidade, no entanto, não é prática médica comum, nem da oncologia, nem mesmo na mastologia, e os motivos são vários, começando pelo exame genético que identifica os gens mutantes que custa em média 3 mil reais e a cirurgia profilática que gira em torno de 7 mil reais, um valor não acessível para a maioria da mulheres brasileiras. Além disso, muitas mulheres podem não ficar satisfeitas com o resultado estético da cirurgia e perdem a sensibilidade nos seios, além de acreditarem está sendo submetidas a uma cirurgia mutiladora, sem nunca poder afirmar o que aconteceria se tivesse permanecido com as mamas.

Acredita-se que a mastectômia profilática, seja sim, uma maneira de se prevenir o câncer de mama em situações indicadas, no entanto, trata-se de uma decisão irreversível, que carece acompanhamento multidisciplinar na área da saúde, sendo necessário as vezes, envolver a paciente, médicos especializados em mastologia, cirurgia plástica, oncologia e patologia e outros como psicólogos. Por ser uma cirurgia eletiva, ou seja, planejada, a paciente tem a chance de enumerar pontos positivos e negativos em relação ao procedimento e sua qualidade de vida pós-cirurgia.

A atriz Angelina Jolie optou por fazer a cirurgia de mastectomia bilateral ao dizer que preza pela vida, conforme redação do G1, e encontrava-se em situação estável, com três filhos próprios e três adotivos, casada com Bradd Pit, que a apoiou e possuiu os fatores de risco da doença: mutação do gen BRCA1 e histórico familiar da doença, sua mãe faleceu aos 56 anos com câncer de mama.

Finalizamos este artigo ressaltando a importância de se realizar o autoexame das mamas, sempre procurar o serviço médico quando observar quaisquer alterações, sendo as principais: caroços, abaulamentos, dores (principalmente fora do período menstrual), e descarga de líquido incolor pelo mamilo a qualquer momento.

Click para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir