Doenças que seu útero pode ter e você não sabia

por | fevereiro 9, 2019

Compartilhar é se importar!

O útero é um órgão reprodutor feminino encontrado exclusivamente em mamíferos, incluindo os seres humanos. A principal função desse órgão é receber o óvulo fecundado pelo espermatozoide e lhe dar todas as condições possíveis para o seu desenvolvimento, ou seja, a geração de um bebê. E como qualquer outra parte do corpo humano, o útero também está sujeito a problemas como o câncer do colo do útero, endometriose, feridas, tumores entre tantos outros.

Além dessas doenças citadas, o útero também pode desenvolver vários outros tipos que são mais raras, mas que não deixam de ser perigosas. Saiba mais nos tópicos abaixo.

Tuberculose no útero

Para quem não sabe, a tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada pela bactéria (Bacilo de Koch) que afeta os pulmões. E essa mesma bactéria pode afetar outras áreas do corpo como, por exemplo, o útero e trompas de falópio, locais mais atingidos. De acordo com o Ministério da Saúde, a tuberculose genital, apesar de ser bastante rara, tende a afetar as mulheres na faixa etária que vai dos 20 aos 40 anos.

É uma doença sexualmente transmissível, mas em grande parte dos casos ela ocorre por disseminação de origem pulmonar. Os principais sintomas dessa doença são: Infertilidade, alterações na menstruação, dor pélvica crônica, hemorragia, corrimento e sangramentos após a menopausa. Na maior parte dos casos o tratamento é composto com medicações.

Varizes no útero

Dores intensas na região pélvica, sensação de peso antes da menstruação, cólicas intensas, sangramento menstrual, dores após a relação sexual, depressão e até mesmo baixo alta estima são sintomas claros de problemas ginecológicos, mas o que muitas não sabiam é que também são sintomas de varizes pélvicas.

Doença ainda pouco conhecida, a varize pélvica é causada pelo hormônio feminino estradiol, que dilata as veias ovarianas e também uterinas, principalmente nas mulheres que já tiveram mais de duas gestações, que têm ovário policístico ou mesmo disfunções hormonais. Há tratamento, e o mesmo irá se diferenciar muito de mulher para mulher.

Cicatriz no útero

Também conhecida como Sinéquia Uterina, a cicatriz no útero é causada por qualquer tipo de agressão ao endométrio (camada interna do útero) como, por exemplo, cirurgias, curetagens e processos infecciosos. Não costuma apresentar sintomas, mas pode causar alterações nos ciclos menstruais como a diminuição do fluxo ou até mesmo sua ausência. O abortamento repetitivo e a infertilidade também são comuns na mulher que apresenta a cicatriz.

Esse problema também pode aparecer nas trompas de falópio, assim dificultando o encontro do óvulo com o espermatozóide, e causando a infertilidade. Geralmente o tratamento escolhido é a Histeroscopia diagnosticada  e a cirurgia.

Diante de todos esses problemas que com certeza são novos para muitas mulheres, fazer a consulta com um ginecologista anualmente é fundamental, já que muitas das doenças ginecológicas são silenciosas e só apresentam sintomas quando estão em um grau mais avançado.

Vale lembrar que quando diagnosticadas ainda no começo, o tratamento é 100% eficaz, por isso não deixe de visitar seu médico uma vez ao ano.

Compartilhar é se importar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *