Saúde, paz e bem-estar durante a páscoa!

por | setembro 4, 2018

A Páscoa, data em que se celebra a paz e a renovação das esperanças, é também marcada por particularidades gastronômicas.

A alimentação típica da semana santa tem início na Sexta-feira Santa, onde várias pessoas não comem carne optando na maioria das vezes pelo bacalhau ou outros peixes, e continua até o domingo de Páscoa quando recebemos uma enxurrada de ovos e bombons de chocolate.

A guloseima não pode faltar no cardápio da data, mas algumas dicas e curiosidades sobre o chocolate devem são importantes antes de mergulharmos nesta delícia.

Será que tudo o que dizem a respeito dele é mesmo verdade?

O chocolate é composto de massa de cacau, sacarose, manteiga de cacau, aromatizantes e outros ingredientes como leite, passas, castanhas e amêndoas. Fonte principalmente de gordura e carboidratos, possui alguns minerais como ferro, potássio, cobre, manganês e magnésio.

Deve ser ingerido com moderação pois possui grande quantidade de gorduras saturadas, que pode aumentar os níveis de colesterol no organismo. Também pode favorecer o surgimento de cáries e aumentar a incidência de acne em quem já possui predisposição ao problema. Além de possuir muitas calorias que podem se depositar no corpo na forma de gordura.

Mas quando consumido moderadamente traz benefícios à saúde: devido à presença de flavonóides pode fazer bem ao coração. O consumo desses elementos são capazes de retardar a oxidação do colesterol ruim (LDL), que é um dos fatores responsáveis pela arteriosclerose. Em outras palavras, os flavonóides estão associados à diminuição do risco de doenças e ataques do coração.

Rico em arginina, um aminoácido com função vasodilatadora, pode auxiliar na diminuição da pressão arterial

Fonte ainda de cafeína e teobromina, atua como estimulante e agiliza o raciocínio. Além disso, aumenta a produção de serotonina, responsável pelo bom humor, ajudando a combater a ansiedade e a depressão.

Você já parou para pensar sobre o que vai em cada variedade de chocolate?

Chocolate ao leite – A massa de cacau é substituída em parte por leite em pó, produzindo um gosto mais adocicado.

Chocolate branco – Contém manteiga de cacau, açúcar e leite, mas não leva massa de cacau. É o mais calórico dos chocolates.

Chocolate amargo – Em geral, é de alta qualidade. Tem grande índice de massa e manteiga de cacau e pouquíssimo açúcar. É bastante rico em polifenóis e também o menos calórico.

Chocolate em pó – É bastante usado em receitas. É feito de amêndoa de cacau, sem a manteiga. Pode ser amargo (recebe o nome de cacau em pó), meio amargo e doce. Não deve ser confundido com achocolatados (chocolate, leite em pó e açúcar).

Chocolate para cobertura – Tem alto índice de manteiga de cacau, que lhe dá a propriedade de derreter com facilidade. Na culinária, ele facilita o acabamento e o brilho nas coberturas. É comercializado em três tipos: meio-amargo, branco e comum (leite).

Chocolate hidrogenado – É feito com o gordura hidrogenada em substituição à manteiga de cacau. É um produto mais barato, que derrete mais facilmente. Só que o sabor e a textura são inferiores aos dos chocolates feitos com manteiga de cacau. É tão calórico quanto os outros chocolates.

Chocolate diet – É feito de massa, manteiga de cacau, leite em pó integral, soro de leite e edulcorantes. Para compensar a falta de açúcar, ganha maior dose de gordura. É mais recomendado para quem sofre de diabetes.

Chocolate de Alfarroba – É uma vagem que após a trituração e torrefação, resulta numa farinha, utilizada como substituta do cacau e com amplas vantagens. Tem apenas 0,7% de gordura, além de ser rica em fibras e não conter cafeína. Seu sabor é similar ao do chocolate amargo. Este produto pode ser encontrado em barra, pó, bombons, gotas e ovos de Páscoa.

É indicado para celíacos, pessoas com intolerância à lactose e se for sem adição de açúcar, para diabéticos.

Frutas cobertas com alfarroba –  As opções de damasco, banana-passa, coco e uva-passa cobertas com alfarroba são ótimas alternativas para incluir na cesta. Associam os benefícios da alfarroba com os das frutas.

Chocolate de soja – É um chocolate 100% vegetal, feito com extrato de soja, sem lactose ou glúten. Disponível em bombos, barras e ovos de Páscoa, esta guloseima é especialmente indicada para pessoas com intolerância à lactose e celíacos. A versão sem açúcar do produto pode ser consumida por diabéticos.

Lembre-se que apesar da comemoração os exageros devem ser evitados.

Autora:
Rosemary Xavier
Nutricionista
CRNMG 6751

Gostou? Comece a cuidar da sua saúde agora mesmo!

 

Nutri Vitam Produtos para Saúde
Rua Bárbara Heliodora nº90 – Barbacena, Minas Gerais
Contatos: (32)3051-2858 .:. [email protected]

“Vocês encontrarão uma linha diversificada de produtos vegetarianos, diet e light, alimentos sem glúten e sem lactose, suplementos e vitaminas, temperos, mel e chás, cereais e grãos, produtos orgânicos e para beleza.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *