Peeling facial, sua pele sem manchas e bonita

por | junho 30, 2018

Biológico, vegetal, mecânico ou químico, não importa o tipo, o peeling facial é um dos procedimentos estéticos mais realizados no Brasil, afinal de contas, que mulher (e na atualidade os homens também!) não deseja uma pele lisinha, livre de acne e manchas?

Os tipos de procedimento são inúmeros e cada vez mais os profissionais da estética se aperfeiçoam para criar uma técnica mais avançada e eficaz. É importante deixar claro aqui que ao desejar realizar algum tipo de procedimento estético se procure um profissional, de preferência um médico dermatologista, que será capaz de indicar o melhor peeling para o seu tipo de pele.

Todos os tipos de pele podem receber o peeling, mas o contrário já não é verdade, ou seja, algumas peles não podem receber certos tipos de peeling. As contra-indicações do procedimento são aqueles casos em que o paciente apresenta lesões inflamatórias em atividade, psoríase ou algum tipo de alergia ao produto que será utilizado no peeling.

 

Peeling químico

Neste tipo de procedimento são usados produtos químicos como ácido retinoico, glicólico ou tricloroacético, com o objetivo de promover a retirada de células mortas, causando consequentemente descamação da pele e proliferação de novas células.

Está indicado naqueles casos de tratamento de manchas solares, manchas de acne, sardas, manchas decorrentes da gravidez (melasma gravídico), correção de linhas de expressão e rugas.

 

Peeling vegetal ou gommage

É aplicada sobre a pele uma substância com aspecto de goma, um produto bem semelhante ao látex; após algum tempo de ação o produto é usado para esfoliar a pele, retirando assim as células mortas da superfície mais externa da pele. É excelente para deixar a pele bem lisinha com aquele aspecto de boneca de porcelana.

 

Peeling biológico ou enzimático

Neste procedimento são usadas enzimas proteolíticas como a bromelina (enzima extraída do abacaxi), a papaína (extraída do mamão tipo papaia) e a pumpkin (extraída da abóbora) para a retirada das camadas mais superficiais da pele. As enzimas atuam por meio da hidrólise (quebra pela água) da queratina, proteína presente em abundância na camada mais superficial da pele. Ao ser quebrada com o auxílio das enzimas a queratina se solta da pele e esta descama, renovando-se, conferindo à pele um aspecto mais acetinado e liso. Como não é utilizado nenhum tipo de ácido, o peeling pode ser aplicado também no verão.

 

Peeling com laser de CO2 fracionado ou dermaroller

É um procedimento relativamente novo, que atinge camadas mais profundas da pele, logo, está indicado naqueles casos de lesões mais antigas e profundas, flacidez acentuada e rugas mais extensas e sulcadas. O procedimento dura cerca de 30 minutos e é relativamente doloroso, ou seja, a dor vai depender da sensibilidade dolorosa de cada paciente. O médico lança mão de anestesia tópica com pomadas anestésicas ou sedação leve. A maior parte dos pacientes relata apenas um leve ardor após o procedimento.

 

Alerta: Cuidado ao comprar e aplicar peelings comprados em supermercados, farmácias ou feitos em casa, pois nem sempre são preparados de acordo com as características e necessidades de sua pele.

Lembre-se: Se você está pretendendo fazer um Peeling Facial, o primeiro passo é consultar um dermatologista. Por mais seguro que o procedimento possa ser, complicações podem ocorrer, e apenas um médico especialista poderá lhe orientar e fazer a melhor indicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *